Jardim Informa

CPI muda depoente e se prepara para apreciação do relatório final

13/10 às 11h41 por Agência Brasil *
Geral

O médico Carlos Carvalho deve ser o próximo depoente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia do Senado. Depois de uma reunião nesse feriado, a cúpula da comissão decidiu que o depoimento dele, na próxima segunda-feira (18), será mais interessante para o colegiado do que o originalmente marcado, que seria do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, já ouvido pelos senadores duas vezes.

O presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM), conversou nos últimos dias com Carvalho. Segundo o senador, o pneumologista e professor da Universidade de São Paulo ( USP) “tem uma lucidez enorme e uma história de vida muito grande”, além de ser muito respeitado na área médica. Carlos Carvalho despertou interesse da CPI depois que, na semana passada, um estudo que teria sido coordenado por ele, com parecer contrário ao uso do chamado kit covid, na fase pré-hospitalar, com medicamentos sem eficácia comprovada contra a doença, ter sido retirado da pauta de uma reunião da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (Conitec).

O médico não faz parte da Conitec, mas foi escolhido para gerar diretrizes para o tratamento da covid-19 pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. Ainda na semana passada o pneumologista disse que ele próprio pediu a retirada de pauta do documento de pauta. Ele justificou que o trabalho havia sido feito com as informações científicas vigentes até o final de agosto e que no final de setembro foi publicado um artigo que, segundo ele, pode mudar a conclusão do relatório e, por isso, precisaria de mais prazo para o grupo se reunir e reavaliar o tema.

No mesmo dia, encerrando o ciclo de depoimentos colhidos nos últimos seis meses pela CPI, parentes de vítimas da covid-19 também serão ouvidos pelos senadores.

Requerimento

Para que a ida de Carvalho à CPI na última semana de funcionamento da comissão seja efetivada, a convocação dele precisa ser aprovada na sessão extraordinária do colegiado marcada para a próxima sexta-feira (15).

Relatório

A expectativa é que o relatório do senador Renan Calheiros (MDB-AL) já esteja disponível para os integrantes da comissão a partir de segunda-feira (18), com os termos e textos finais. A leitura do documento está prevista para a próxima terça-feira (19). Como é de praxe nesses casos, o presidente da comissão concederá vista coletiva do parecer, por 24 horas, para que no dia seguinte (20), o relatório seja votado pelos membros do colegiado.

Além do relatório elaborado pelo senador Renan Calherios (MDB-AL), até o fechamento dessa reportagem, mais três senadores confirmaram à Agência Brasil que também devem apresentar votos em separado, que são uma espécie de relatório alternativo ao oficial. É o caso do senador governista Marcos Rogério (DEM-RO). Para ele, a cúpula da CPI direcionou os trabalhos de olho nas eleições de 2022.

Já o senador Eduardo Girão (Podemos-CE), que se classifica como independente, mas durante os trabalhos da comissão teve uma postura alinhada aos parlamentares governistas, vai apresentar um voto em separado que tem como principal crítica o que chamou de falta de interesse da cúpula da CPI em investigar ações de governadores, especialmente nos estados que compõem o Consórcio Nordeste.

O grupo, composto pelos estados da região, não foi chamado a explicar a compra de respiradores para dar suporte às unidades de saúde durante a pandemia que nunca foram entregues. À época, o Consórcio Nordeste informou que a tentativa de compra dos respiradores foi feita pelo Fundo Estadual de Saúde da Bahia, em nome do consórcio, e que a operação foi cancelada unilateralmente pelos compradores por incapacidade de entrega na data prevista. O valor foi integralmente devolvido aos cofres públicos, de acordo com o consórcio.

Outro voto em separado será apresentado por um senador de oposição ao governo Bolsonaro, Alessandro Vieira ( Cidadania-SE). Vieira, que foi delegado de polícia, não concorda com os tipos penais que estarão no relatório de Renan Calheiros.

Ainda entre os governistas, um quarto voto em separado também pode ser apresentado pelo senador Luis Carlos Heinze (PP-RS). Para o gaúcho, ao contrário do que concluiu a cúpula da CPI durante os depoimentos, o governo assumiu uma postura proativa no enfrentamento da pandemia.

Na prática, os votos em separado são vistos como um ato de protesto e como forma de marcar uma posição política. Eles são lidos, respeitando a ordem de protocolo, apenas nos casos em que o parecer oficial é rejeitado pela maioria dos senadores que integram o colegiado.

Desdobramentos

Se o relatório for aprovado pela maioria dos membros, a CPI vai entregar o resultado dos trabalhos à Procuradoria da República no Distrito Federal, ao Ministério Público do Estado de São Paulo, que criou uma força-tarefa para investigar a Prevent Senior, à Procuradoria-Geral de Justiça do Estado de São Paulo e ao presidente da Câmara dos Deputados, entre outros.

Para acompanhar as ações que serão tomadas a partir do relatório final, os senadores também vão criar o que está sendo chamado de “observatório parlamentar”. A sugestão foi da senadora Zenaide Maia (Pros-RN). A ideia é que, por meio da iniciativa, os senadores possam acompanhar informalmente os desdobramentos da CPI.

Mais Notícias

    Mato Grosso do Sul
  1. Som da Concha deste domingo terá o Soul e Jazz de Otávio e o sertanejo de Rodrigo NogueiraPublicado em 17/10 às 05h12
  2. Mato Grosso do Sul
  3. Turismo de Bonito tem o melhor setembro dos últimos 7 anosPublicado em 17/10 às 05h12
  4. Mato Grosso do Sul
  5. Subs Racial finaliza a entrega de 5.600 cestas de alimentos para as comunidades quilombolasPublicado em 17/10 às 05h12
  6. Mato Grosso do Sul
  7. Domingo terá variação de sol e pancadas de chuva Mato Grosso do SulPublicado em 17/10 às 05h02
  8. Esportes
  9. Brasileiro: Bahia empata com Chapecoense e deixa Z4Publicado em 16/10 às 22h32
  10. Esportes
  11. Olimpíada: COB prevê uma melhor campanha em Paris do que em TóquioPublicado em 16/10 às 21h51
  12. Esportes
  13. Fortaleza supera Chapecoense na Arena CondáPublicado em 16/10 às 21h31
  14. Esportes
  15. Campinense vence América-RN nos pênaltis e alcança semifinalPublicado em 16/10 às 19h11
  16. Saúde
  17. Pesquisadores desenvolvem teste de covid-19 pela saliva e usando luzPublicado em 16/10 às 19h02
  18. Saúde
  19. Brasil registra 11,25 mil casos de covid-19 e 483 mortes, em 24 horasPublicado em 16/10 às 18h52
  20. Saúde
  21. População estará imunizada contra covid até o fim do ano, diz ministroPublicado em 16/10 às 18h11
  22. Esportes
  23. Série B: Vasco vence líder Coritiba em São JanuárioPublicado em 16/10 às 17h51
  24. Geral
  25. Barco-hotel naufraga no Pantanal e deixa pelo menos seis mortosPublicado em 16/10 às 17h02
  26. Internacional
  27. Nasa lança sonda para estudar asteróides “troianos” em JúpiterPublicado em 16/10 às 17h02
  28. Esportes
  29. Aparecidense é o primeiro semifinalista da Série DPublicado em 16/10 às 16h33
  30. Economia
  31. Empresas de beleza esperam receita de US$ 30 milhões no mercado árabePublicado em 16/10 às 16h33
  32. Economia
  33. Créditos de Nota Fiscal Paulista vão expirar à meia noite de hojePublicado em 16/10 às 16h02
  34. Esportes
  35. Com 3 de Firmino e golaço de Salah, Liverpool goleia WatfordPublicado em 16/10 às 15h42
  36. Policial
  37. Acusado de homicídio, homem é preso pela Polícia Civil em CorumbáPublicado em 16/10 às 15h12
  38. Policial
  39. Polícia Civil realiza mutirão para ouvir testemunhas e vítimas que moram na aldeia em Antônio JoãoPublicado em 16/10 às 15h02

Mais lidas