Jardim Informa

Anvisa penaliza agências que operam cruzeiros por falhas em protocolo

02/01 às 15h01 por Agência Brasil *
Saúde

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária ( Anvisa) se manifestou na tarde deste domingo (2) sobre notícias divulgadas na mídia, que dão conta do descumprimento de protocolos sanitários pelas embarcações que operam cruzeiros marítimos ao longo da costa brasileira. “A Anvisa irá apurar os fatos e, se constatada irregularidade, os responsáveis serão penalizados nos termos da Lei nº 6437, de 20 de agosto de 1977, sem prejuízo das responsabilidades civil, administrativa e penal cabíveis. Dentre as penas, estão multas e, até mesmo, a suspensão das atividades das embarcações. A Anvisa ainda noticiará aos demais órgãos de controle”, destacou a assessoria de imprensa do órgão em nota.

De acordo com a Resolução da Anvisa, RDC nº 574, de 2021, as atividades das embarcações podem ser suspensas, por determinação da Anvisa, em decorrência da identificação de riscos à saúde pública ou do descumprimento das normas sanitárias vigentes.

Ainda segundo a Anvisa, a embarcação Costa Diadema está com as suas atividades não essenciais proibidas bordo, devendo ser cumpridos os protocolos sanitários de segurança no interior da embarcação até o desembarque de todos os viajantes.

Outro cruzeiro, o MSC Splendida, também teve a sua operação interrompida no dia 30 de dezembro e a retomada de sua operação depende de nova avaliação pela Agência.

“ A Anvisa continua supervisionando as demais embarcações que operam na costa brasileira e já intensificou as ações de investigação epidemiológica e sanitária para controlar a transmissão do Sars-Cov-2 a bordo das embarcações e a disseminação da doença”, ressalta a nota.

A Agência reforça que o descumprimento dos protocolos sanitários e a desobediências às medidas de restrição impostas pelas autoridades constituem infrações sanitárias que, se confirmadas após apuração em processo administrativo, resultam em multas e suspensão das atividades.

Suspensão provisória de cruzeiros

Diante do aumento repentino de casos de infecção por covid-19 detectados nas embarcações e dos dados epidemiológicos nacionais e mundiais, especialmente sobre o aparecimento e transmissão em território nacional da variante Ômicron, na última sexta-feira(31), a Anvisa já recomendou ao Ministério da Saúde a suspensão provisória da temporada de navios de cruzeiro, até que sejam debatidas as questões que envolvem uma eventual retomada das operações.

A Agência lembra ainda as dificuldades impostas pelos municípios que recebem as embarcações e os surtos de Covid-19 identificados a bordo. Nesse sentido, reitera a necessidade de suspensão provisória das atividades de navios de cruzeiro, até que sejam apurados os indícios de descumprimento dos protocolos sanitários por parte das empresas responsáveis pelas embarcações, que ocorra uma adequada articulação federativa envolvendo os municípios que receberão os navios e, sobretudo, a mudança do cenário epidemiológico.

Nesta segunda-feira (03), a Avisa adiantou agregará novos dados à manifestação enviada ao Ministério da Saúde para reforçar a recomendação pela suspensão provisória imediata da temporada de cruzeiros de navios.

Neste domingo, a Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro (SMS Rio), em contato com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), foi informada da existência de cerca de 20 casos confirmados de covid-19 no navio MSC Preziosa, que chegou na manhã de hoje (2) ao Porto do Rio, proveniente de Armação de Búzios, na Região dos Lagos.

Mais Notícias

    Geral
  1. Presidente Jair Bolsonaro chega a Eldorado para velório da mãePublicado em 21/01 às 16h12
  2. Internacional
  3. OMS destaca a produção de antivirais genéricos contra a covid-19Publicado em 21/01 às 16h12
  4. Economia
  5. Dívidas do Simples poderão ser pagas ou renegociadas até 31 de marçoPublicado em 21/01 às 16h01
  6. Economia
  7. Emissões de debêntures incentivadas batem recorde em 2021Publicado em 21/01 às 15h52
  8. Economia
  9. BC comunica vazamento de dados de 160,1 mil chaves PixPublicado em 21/01 às 15h41
  10. Economia
  11. Desempenho do varejo deve ser negativo no 1º trimestre, diz IbevarPublicado em 21/01 às 15h31
  12. Policial
  13. Polícia Militar Ambiental de Campo Grande captura tatu-galinha em residência na vila Santa LuziaPublicado em 21/01 às 15h22
  14. Mato Grosso do Sul
  15. Para integrar grupo de elite da Agepen, policiais penais se formam em curso de Intervenção PrisionalPublicado em 21/01 às 15h02
  16. Geral
  17. Bolsonaro chega a Eldorado para velório da mãePublicado em 21/01 às 15h02
  18. Economia
  19. SP: capital tem recorde de 74% das famílias endividadas em 2021Publicado em 21/01 às 14h52
  20. Policial
  21. Polícia Civil deflagra Operação e prende três pessoas em MirandaPublicado em 21/01 às 14h42
  22. Mato Grosso do Sul
  23. Pagamento por serviços ambientais, criado pelo  Estado, certifica a produção rural e o turismoPublicado em 21/01 às 14h42
  24. Saúde
  25. CoronaVac é incluída no plano de vacinação para criançasPublicado em 21/01 às 14h21
  26. Mato Grosso do Sul
  27. Perdas na safra de soja 2021/2022 pode chegar a 1 milhão de toneladasPublicado em 21/01 às 14h12
  28. Geral
  29. Capital paulista tem 159 atendimentos em 24 horas devido às chuvasPublicado em 21/01 às 13h51
  30. Economia
  31. Receita abre segunda-feira consulta a lote residual do IRPublicado em 21/01 às 13h51
  32. Geral
  33. São Paulo: escolas de samba exigirão passaporte da vacina em ensaiosPublicado em 21/01 às 13h42
  34. Policial
  35. Integrante de facção criminosa morre em confronto com policiais civis em DouradosPublicado em 21/01 às 13h32
  36. Policial
  37. PMA de Coxim prende e autua em R$ 3 mil infrator que matou cachorro a facadas e jogou o animal em rio e apreende a faca usada no crime, além de espingarda e muniçõesPublicado em 21/01 às 13h31
  38. Policial
  39. Polícia Civil, em apoio a PC do Acre, deflagra Operação contra pagamento ilegal de precatóriosPublicado em 21/01 às 13h21

Mais lidas